Criar um Site Grátis Fantástico

- As alterações adventistas -

- As alterações adventistas -

                                 ALTERAÇÃO NOS LIVROS ADVENTISTAS COMO VOCÊ NUNCA VIU!!!

 


Vamos provar as falsificações do adventismo e mostrar quem alterou o assunto que fundamenta a idéia errada que hoje muitos sequer pesquisaram.
Esta na hora de "matar a cobra e mostrar o pau"!!!

Pois bem, era uma vez, em 1914, uma igreja chamada de Adventista do 7º Dia e que havia preparado um livro que serviria para a instrução de membros e convertidos aos princípios fundamentais, o chamado 'Bible Readings For The Home', ou "Estudos Bíblicos", que fora formulado por ninguém menos que Stephen Haskel.               

                                                                       (foto abaixo com biografia).

                                                                 
                                    Segue uma pequena biografia deste pioneiro retirada da própria sede da IASD:
Stephen Haskell era um evangelista e administrador . Ele começou pregando para Adventistas não Sabatistas em New England em 1853, e mais tarde no mesmo ano ele começou a observar o Sabbath. Depois de seu trabalho, realizado com sustento próprio em New England, em 1870 ele foi ordenado e tornou-se presidente da conferência de New England (1870-1876, 1877-1887). em  1870 ele organizou o primeiro tratado da conferência e a primeira sociedade missionária e logo após ele organizou sociedades similares em varias partes dos Estados Unidos. Ele foi três vezes presidente Conferencia da Califórnia (1879-1887, 1891-1894, 1908-1911)e também da conferencia de Maine  (1884).
Em 1885 ele foi encarregado do grupo enviado a Austrália para estabelecer uma denominação adventista e na Nova Zelândia. Em 1887, com  tre instrutores Bíblicos ele começou o trabalho adventista em Londres, Inglaterra. Ele fez uma viagem ao redor do mundo em caráter missionário em 1889-1890, visitando o oeste da Europa, o Sul da  África, a Índia, a China, o Japão, e Austrália.
Outra das primeira obras de Haskell, foi a organização da Igreja para os Americanos de origem Africana na cidade de  New York  (1902). Ele liderou o trabalho de temperança em Maine (1911), Iniciou a impressão de livros para cegos (1912), e colaborou no desenvolvimento do Hospital Memorial White Memorial  (1916). Entre seus escritos estão The Story of Daniel the Prophet (A História de Daniel o Profeta),The Story of the Seer of Patmos (A História do Profeta de Patimos), e The Cross and Its Shadow (A Cruz e sua Sobra).
                                                                          (Fonte: SDA Encyclopedia)




Vejamos o que estava escrito no livro que ele havia preparado e que foi usado oficialmente pelos adventistas de 1914 até 1949, detalhe, os adventistas da reforma também sempre usaram este livro, pois criam exatamente da mesma forma que trazia os seguinte escrito:
                        ou 

"Em sua humanidade, Cristo partilhou de nossa pecaminosidade, da natureza caída. Se não, então Ele não teria sido 'igual a tudo com Seus irmãos', não seria 'em todos os pontos tentados como somos', não superaria como temos que superar e, portanto, não seria o completo e perfeito Salvador que o homem precisava e deve possuir para ser salvo. A idéia que Cristo nasceu de uma mãe imaculada e sem pecados, não herdando tendências para o pecado, e por essa razão não ter pecado, remove-Lhe o poder do mundo caído e de todos os lugares nos quais são necessários socorros. Em Seu lado humano, Cristo herdou justamente o que todas as crianças de Adão herdaram - uma natureza pecaminosa. Do lado divino, foi gerado e nascido, Sua concepção, do Espírito. E tudo isso foi feito para colocar os seres humanos em campo de vantagem e para demonstrar que no mesmo caminho todos os que são 'nascidos do Espírito' podem vencer o pecado em sua própria carne pecaminosa. Deste modo, cada um superará como Cristo superou. Apocalipse 3:21. Sem esse nascimento não pode haver vitória sobre a tentação e a salvação sobre o pecado. João 3:3-7." Bible Readings for the Home, impresso pela Associação Publicadora Revew and Herald, todas as edições de 1914-1949, Associação Publicadora Pacific Press, p.174.

Perceba, meus caros que o texto acima não fui eu quem inventei, nem fui eu quem determinou assim, ainda que eu creia desta forma, os adventistas criam assim também, mas infelizmente alguma coisa mudou, pois o texto que está no que "teoricamente" é o mesmo livro hoje é o seguinte texto:

"Jesus Cristo é tanto Filho de Deus como Filho do homem. Como membro da família humana foi-Lhe conveniente 'ser como Seus irmãos' - 'em semelhança de carne pecaminosa,. Somente dessa maneira que 'semelhantemente' torna-se um mistério a encarnação a qual os homens nunca foram aptos a descobrir." Bible Readings for the Home, impressa pela Associação Publicadora Review and Herald, após as alterações até os dias de hoje, p.143.

Você pode perguntar porque mudou e quem mudou, não é mesmo?
Eu também já perguntei sobre isso e encontrei a resposta estudando, você quer saber?
Então vamos conhecer um cara que confirma a posição de Haskel sobre a natureza humana de Cristo? Leia:

                                                          
                                                                       Alonzo T. Jones (1850 - 1923)
 
"Não nos esqueçamos que o mistério de Deus não é manifestado em carne sem pecado, mas manifestado em carne pecadora, escreveu Alonzo T. Jones. 'Nunca poderia ter existido qualquer mistério na manifestação de Deus em carne pecaminosa naquele que não tem ligação com o pecado.' Que esteja claro o suficiente. Mas, que Ele pode se manifestar a Si mesmo em carne com todas as tendências para o pecado, tal como a nossa - isso é o mistério." Bible Echo, 30 de Novembro de 1896, p.370, Publicação Adventista Pacific Press.

Agora atente para as palavras daquela que os adventistas chamam de profetisa, será que a tratam mesmo assim?:

"Pense na humilhação de Cristo. Tomou sobre Si a natureza humana caída e sofredora, degradada e corrompida pelo pecado. Tomou nossos pesares, carregando nossas mágoas e vergonha. Resistindo a todas as tentações 'COMO O HOMEM É TOMADO'. Ele uniu humanidade com a  divindade: um espírito divino habitando em um templo de carne... 'O verbo se fez carne, e habitou no meio de nós', porque assim fazendo, Ele poderia se associar a pecaminosidade existente nos filhos e filhas de Adão." Ellen White, The Youth´s Instructor, 20 de Dezembro de 1900.

Bem meus caros, eu sei que alguns vão  dizer: "Se você não acredita em Ellen White, porque você cita textos dela?"
Preciso responder de forma clara: "Você que pergunta isso será que também tem autoridade literária pra dizer que crê nela? Ora ela diz exatamente o oposto do que a nova teologia adventista está pregando, então a real pergunta é: Quem de nós está faltando com a verdade?

Eu afirmo com sinceridade que não confio em todos os escritos de Ellen White, provo suas falhas e seus equívocos pela Bíblia, mas nesse caso, você que crê ser ela uma profetisa verdadeira, porque crê que Cristo não tinha tendências pecaminosas que o assolavam na tentação assim como eu ou você, se a própria ASD e seus livros antigos afirmavam assim?



Quem mudou os livros?

                          Você que é um adventista ou reformista dessa nova era, deveria conhecer esse cara:
                                                               
                                                                       Leroy Edwin Froom (1890-1974)

                                                                                    E este livro dele:
                                                       

Esse foi o maior picareta adventista de todos os tempos, basta ler seus livros, suas idéias e as mudanças que fez no adventismo sem nenhum respaldo profético, simplesmente descartava o que não lhe interessava, o que faz duvidar ser mesmo adventista, e não um "infiltrado".

Veja o que esse cidadão afirmou sobre a antiga nota do "Bible Readings":

"O conhecimento deve também ser corrigido, em 1949, de um erro definido que aparecia na 'NOTA ACERCA DA NATUREZA DE CRISTO' durante Sua encarnação. Por anos, ela apareceu no estandarte da Bible Readings for the Home. Estava na seção "Uma vida Sem Pecado" (...) O objetivo teve portanto, o propósito aceito sobre a questão,... como resultado, os Adventistas foram extensivamente censurados pelos teólogos que não são da nossa fé em relação à falsa posição da minoria e esse ponto particular ilustrado". Movement of Destiny, p.427, 428.

Bem meus caros, mas não foi Froom quem retirou a nota do livro, embora tenha sido um influente formador e manipulador de opiniões dentro do adventismo, ele mesmo diz quem foi, acompanhe:

"Em 1949, o Prof. Denton E. Rebok, então presidente de nosso seminário Teológico Adventista do 7º Dia, quando estava em Washington, D. C., foi requerido pela Review and Herald para revisar o Bible Readings for the Home. Encontrando 'ESSA NOTA INFELIZ' na página 174, no estudo sobre 'A Vida Sem Pecado', ele reconheceu que aquilo não era verdade. Movement of Destiny, p.428.

Fala sério, depois de mais de 100 anos de adventismo, um monte de pioneiros atestando sobre este assunto, a profetisa desta igreja falando positivamente sobre o assunto, surge então, depois de 35 anos da morte de Ellen White um "professor" que descobriu, ou reconheceu um erro no livro de estudos bíblicos da igreja e ainda não foi "CANONIZADO' como um outro profeta?
O que ocorre com esses caras?

E você, acha que conhece mesmo a história de sua igreja fraudulenta?
Só por curiosidade tenta ver se sua igreja vende destes livros antigos dela, aliás tenta comprar um daqueles onde você quiser, se encontrar algum me avise, pois tem mais gente procurando também, ok?

Fico com a Bíblia, e ela diz:

HEBREUS 4
15 Porque näo temos um sumo sacerdote que näo possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado. 

Mas será que Jesus tinha atração ou tendência que temos?
A própria Bíblia define CLARAMENTE O QUE É TENTAÇÃO, LEIA:

TIAGO 1
14 Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. 
15 Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte. 

Observe que a Bíblia diz que ser tentado é ser atraído pelas próprias concupiscências, ou tendências. Não quer dizer que seja pecado, pois o pecado pode ser ou não consumado, vai depender de sua resistência, e para nossa alegria Cristo suportou essa porcaria, meu velho!

Então tome nota de sua Bíblia e deixe de ser enganado por esses líderes mentirosos e suas igrejas malditas, que pregam o erro, quando a Bíblia é a mais clara fonte de Sabedoria!


Deus abençoe a todos os sinceros e desperte mais missionários!



Leandro Diademi